Nós Somos Católicos

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Confiança na Misericórdia de Deus

Imagem: Reprodução/Divulgação

"Confiar é crer na Verdade que salva"

"Confiar é deixar que o Senhor nos conduza"

"Confiar é perceber que tudo depende de Deus"

"A confiança é a essência e o fundamento daqueles que desejam viver a mensagem da Divina Misericórdia."

"A confiança é a irmã da humildade"

"Humildade sem confiança termina em desespero."

"O pecado que mais ofende a Deus é a desconfiança."

"Confiança sem humildade é leviandade."

Implorar a Deus com confiança e humildade é glorificar a Sua Misericórdia.

"Confiança é fé em ação."

Fé: "É deixar que Deus me conduza."

"É jogar-se nos braços de Deus."

"É vê uma luz no fundo do túnel."

"É enxergar uma ponte onde ela não foi construída."

"É a certeza da vitória nos momentos de incerteza."

"Fé e confiança são inseparáveis, pois a confiança é a fé em ação"

"A fé se vive, não se explica."

"A fé é o fundamento da esperança."

"A fé é a semente das boas ações."

"A árvore pode viver sem as folhas,mais não pode viver sem as raízes."

"Sem fé é impossível se manter de pé."

"O maior exemplo de fé, no Antigo Testamento, foi Abraão."

"O maior exemplo de fé, no Novo Testamento, foi a Virgem Maria."

SUPERSTIÇÕES:

"É a bandeira dos tímidos, o refúgio dos fracos e a religião dos covardes."

"As supersticiosos são idolatras, fracassados, infiéis, ignorantes, tolos e covardes."
É gente sem personalidade

"Muitos católicos ignorantes e supersticiosos, trocam Deus por benzedeiras, espíritas, figas, pinhão roxo, cabeça de alho, etc."

"Os católicos supersticiosos não são católicos, eles se dizem católicos."

"A superstição não vem de Deus, logo o supersticioso ofende a Deus."

"Não podemos servir a Deus e a diabo ao mesmo tempo."

MISERICÓRDIA: O QUE É A MISERICÓRDIA?

É o modo como Deus perdoa.

É um carisma de Deus.

"É a Igreja em ação."

"É o amor de Deus que se derrama sobre o pecado."

"É a veste mais bela do Trono de Deus."

"É a essência do Evangelho."

DISSE JESUS:

"Sedes testemunha da minha Misericórdia."

"Você é o escolhido para anunciar a mensagem da Divina Misericórdia."

Você é o portador da mensagem da Divina Misericórdia, e a mensagem é urgente.

"Não posso parar porque estou cansado, sem tempo,idoso ou doente. Minha obrigação é levar almas para Deus."

"Se não colhermos as almas agora, elas vão se perder para sempre."

"O tempo da Misericórdia é agora, depois é o tempo da justiça e nada mais se pode fazer."

"Não fomos escolhidos porque somos bonzinhos e sim porque o Senhor precisa de nós para colhermos as uvas maduras do seu pomar.

Os indiferentes que se cuidem, eles foram fisgados pelo o anzol do mal."

"Não se deixem levar pelas ilusões do mundo, não deixe seu barco afundar, senão quem vai morrer é você, fisgado pelo anzol do inimigo."

Se não levarmos almas para o céu, lá não entraremos.


terça-feira, 26 de novembro de 2013

MENSAGEM DA MISERICÓRDIA É MAIS QUE UMA DEVOÇÃO, É:



Imagem inline 2

  1. Uma forma de vida, uma mensagem que nos chama a conversão do coração.
  2. A mensagem da Misericórdia nos estimula a pedir Misericórdia a Deus e sermos misericordioso para com os outros.
  3. A mensagem da Misericórdia nos dá a sabedoria de compreender a necessidade de confiarmos plenamente na Misericórdia de Deus.
  4. A mensagem da Misericórdia nos estimula a prática das obras de Misericórdia.
  5. A mensagem da Misericórdia nos leva a confiança de nos deixar ser conduzidos por Deus.
  6. O Terço da Misericórdia é uma mensagem da Misericórdia Divina.
  7. A imagem de Jesus Misericordioso é uma mensagem da Misericórdia Divina.
 
TENHA SUA LOJA VIRTUAL


terça-feira, 14 de maio de 2013

EUCARISTIA


(Imagem: Reprodução/CançãoNova)

"Ele está entre nós e não o conhecemos"

O Concílio Vaticano II afirmou que o Sacramento da Eucaristia é a Fonte "é o Centro de toda a vida cristã" e que "na Santíssima Eucaristia está Contido todo o Tesouro espiritual da Igreja."

Jesus esconde sua Glória na Eucaristia, para que o brilho de Sua Majestade não ofusque a nossa vista, impedindo-nos de chegar a Ele.

Jesus nos ama tanto que desce do céu logo que o Sacerdote pronuncia as palavras de consagração na Santa Missa.

Jesus obedeceu os seus carrascos e na Eucaristia Ele está pronto novamente para receber o beijo de novos Judas, por nosso amor.

Na Eucaristia perpetua-se a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus.

Na Eucaristia Jesus é traído pela apostasia, crucificado pelo vício, flagelado pelas ingratidões e pecados.

Seu calvário é renovado nos corações daqueles que o recebem em pecado mortal ou com frieza e indiferença.

Na Eucaristia o véu Eucarístico foi colocado para fortalecer nossa fé.

Crer no Senhor na Eucaristia é um ato do espírito e não dos sentidos.

Se Jesus se mostrasse visível, O amaríamos com os sentidos e sentimentos, mas não com o amor da fé e do sacrifício.

Ele prefere se apresentar não aos nossos olhos, mas a nossa alma.

Céu é onde Deus está

A Eucaristia é o Céu Eucarístico, a Eucaristia é onde Deus está.

"O Sacrário é um Novo Tabor onde Jesus se transfigura diante dos Olhos da Fé."

Extraído do livro de Filipe Aquino

O maravilhoso milagre Eucarístico

Em 1433, a cidade de Avignon foi assolada por uma terrível enchente. A igreja de Santa Cruz foi inundada. Dois frades penitentes dirigiram-se de barco à igreja para salvar o Santíssimo Sacramento exposto sobre o  altar. Quando chegaram, descobriram que à água tinha subido até a metade da porta da entrada da igreja. Entretanto, ao abrir a porta, para sua surpresa, encontraram o corredor, da porta até o altar, completamente seco. A corrente formava duas paredes de água, à direita e à esquerda do corredor, de cerca de quatro metros de altura. O Santíssimo Sacramento permanecia sobre o altar, completamente seco.

Imediatamente o fato foi divulgado, provocando a vinda de uma multidão, que não se podia conter de alegria e louvores a Deus pela manifestação do milagre. Os frades levaram a Custódia para uma outra igreja, onde leram o relato do milagre da divisão das águas no mar vermelho: "Moisés estendeu a mão sobre o mar. O Senhor fê-lo recuar com um vento impetuoso vindo do oriente, que soprou toda a noite. E pôs o mar a seco. As águas dividiram-se" (Ex 14,21).

A mensagem deste milagre

O povo liderado por Moisés foi libertado da escravidão do faraó do Egito. A travessia a pé enxuto do mar Vermelho foi a oportunidade para começar a grande caminhada para a terra prometida. A Eucaristia é a renovação do sacrifício do Calvário, onde Jesus morreu pelos nossos pecados para nos dar a salvação. Receber a Eucaristia significa ser um outro Cristo, isto é, morrer para o pecado para viver em santidade de vida. Quem prolonga a comunhão com o gesto de adorar Jesus sacramentado testemunha o desejo de crescer na nova vida da morte e Ressurreição.

O mesmo milagre realizado na pequena igreja de Avignon ocorre no altar durante a consagração na Santa Missa. Este milagre diário da Eucaristia tem o poder de nos libertar de todos os inimigos espirituais e terrenos.

O milagre de Faverney, França, 1600

O grande milagre aconteceu na madrugada da festa de Pentecostes de 1608. A igreja da Abadia foi adornada com belas flores. A cerimônia religiosa, preparada com todo cuidado, recebeu um grande número de fiéis. O Santíssimo Sacramento foi exposto no altar, permanecendo alí mesmo depois de os monges terem fechado a igreja. Para iluminar o Ostensório durante toda a noite, colocaram duas lâmpadas com óleo.

No dia seguinte, segunda-feira, 26 de maio, o sacristão abri as portas da Igreja e foi surpreendido por chamas que tomavam todos os lados do altar. Ele chamou os monges e os leigos para tentar salvar a igreja da destruição. O noviço então viu o Ostensório com o Santíssimo Sacramento elevar-se do Altar e ficar suspenso no ar. E o mais impressionante eram as chamas que reverentemente se inclinavam e não tocavam Nele. Diante de tão grande milagre, as pessoas ficaram impressionadas e imediatamente espalharam a notícia.

O incêndio foi contido e o milagre continuou. A aldeia foi tomada por um sentimento novo de fervor e piedade. Padres da redondeza e leigos se revezavam em adoração diante da manifestação da presença de Jesus. Muitas foram as conversões. A suspensão do Ostensório permaneceu durante 33 horas. somente cessou durante a celebração da Santa Missa: no momento da consagração o Ostensório desceu no altar.

Depois de uma apurada investigação, em que se ouviu o testemunho de sacerdotes e demais pessoas do povo, em 30 de julho de 1608, o arcebispo Ferdinando de Rye declarou que era um autêntico milagre Eucarístico.

Detalhes importantes deste milagre

O fogo destruiu completamente o altar de madeira. A toalha do altar, o corporal, e os lustres foram encontrados derretidos. Dentro do Ostensório estavam duas hóstias que não sofreram nenhum dano. Mesmo com toda a movimentação de pessoas depois do incêndio, o Ostensório permaneceu suspenso no ar sem nenhuma alteração.

Milagre Eucarístico extraído do livro do Pe. Alberto Gambarini, pgs. 120, 121, 124 e 125

CONHEÇA AS PROMOÇÕES DE VIAGENS: VOO + HOTEL

quarta-feira, 1 de maio de 2013

Profecia sobre a Obra da Misericórdia



No Diário de Santa Faustina contém uma profecia sobre a Obra da Misericórdia.

Está escrito: A Obra da Misericórdia por um certo tempo estará totalmente destruída, mas depois por Ação de Deus florescerá com grande força dando testemunho da verdade e será um grande esplendor para a Igreja.

Em 1958 em consequência de um decreto do Santo Ofício baseado em documentos incompletos, realizou-se a profecia; foi proibido a divulgação da mensagem a Divina Misericórdia nas formas propostas por Santa Faustina.

Essa proibição durou de 1958 a 1967 (quase 20 anos) depois deixava-se aos Bispos uma certa liberdade de ação.

INTERVENÇÃO

O Cardeal Karol Woytyla Acebispo de Cracóvia (na época) tendo concluído favoravelmente a primeira etapa do processo de beatificação de Santa Faustina, interveio contra o tal decreto e em 1978 a Santa Sé retirou a proibição (ainda no pontificado de Paulo VI), lançou uma notificação anulando o decreto.

Seis meses depois o Cardeal Wojtyla é aclamado Papa João Paulo II. Dele está escrito no Diário de Santa Faustina: Dela (Polônia) sairá a Centelha que preparará o mundo para a minha vinda derradeira. (D1732)

Razões para João Paulo II ter sido proclamado o Papa da Misericórdia:

  • Ele acolheu as revelações de Jesus a Santa Faustina com todo amor e confiança.




  • Em 1995, João Paulo II celebra o Domingo da Divina Misericórdia no Santuário da Divina Misericórdia em Roma.

  • Nas vésperas do seu aniversário de 75 anos, ele reflete sobre a centralização da Divina Misericórdia em sua vida.

  • Em 1996, João Paulo II faz memória dos 50 anos do seu sacerdócio: "cantando as misericórdias do Senhor"


  • Em 2000, João Paulo II canoniza Santa Faustina e institui a Festa da Misericórdia atendendo o pedido de Jesus. E proclama o Segundo domingo da Páscoa. O Domingo da Misericórdia Divina.

  • Em 2001, João Paulo II celebra o Domingo da Divina Misericórdia de forma oficial na Praça de São Pedro em Roma.

  • Em 2002, João Paulo II realiza a dedicação do Novo Santuário da Divina Misericórdia em Cracóva, consagra o mundo a Divina Misericórdia e nesse mesmo ano publica a Carta Apostólica "Misericórdia Dei"

  • Em 2003, sua última Encíclica sobre a Eucarística fala do Sacramento que é mistério de Misericórdia.

  • Em 2004, o Papa lança o livro "Levantai-vos, vamos!" Em que ele destaca a figura de Santa Faustina (cap. 6).

  • Em 2005, morre João Paulo II na vigília do Domingo da Misericórdia (Festa da Divina Misericórdia).

  • Em 2011, João Paulo II é beatificado na Festa da Divina Misericórdia.

  • João Paulo II foi proclamado Apóstolo da Divina Misericórdia.

  • João Paulo II é a centelha que surgiu na Polônia e iluminou o mundo.

MENSAGEM:


Imagem: Reprodução/Internet
Que todos compreendam que esta mensagem veio do Céu e é para ser acolhida, amada e vivida por todos, independente de grupo religioso e mesmo religião.

Esta mensagem é a última tábua de salvação para a humanidade.

Disse Jesus: Estou lhes dando a última tábua de salvação , isto é a Festa da Misericórdia.

Se não venerarem a Minha Misericórdia perecerão por toda a eternidade.

Feliz aquele que compreende a mensagem da Divina Misericórdia e a põe em prática, pois não será atingido pela justiça de Deus, foi Jesus mesmo quem deu esta garantia.

Jesus pede que os Sacerdotes falem desta grande Misericórdia de Deus, enquanto é tempo de Misericórdia.

Depois verá o dia da justiça, então nada mais se pode fazer.

Apóstolos e devotos da Divina Misericórdia, divulguem esta mensagem em todo lugar, enquanto o Senhor se deixa encontrar, enquanto é tempo de Misericórdia.

Disse Nossa Senhora: "Eu dei o Salvador ao mundo e quanto a ti, deves falar ao mundo da Sua grande misericórdia, preparando-o para Sua segunda vinda, quando não virá como Salvador misericordioso, mas como Justo Juiz.

Oh! Quão terrível será esse dia! Está decidido o dia da justiça, o dia da ira de Deus; os próprios Anjos tremem diante dele.

Fala as almas dessa grande misericórdia, enquanto é tempo de compaixão.

Se tu te calares agora, terás que responder naquele dia terrível por um grande número de almas.

"Nada receies, sê fiel até o fim, Eu me compadeço de ti".

Agora chegou o tempo para escolheres entre a Misericórdia e a justiça, entre o céu e o inferno, não há outra alternativa. (Disse Jesus)

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Nós somos a Igreja Católica



Aborto - O grito silencioso - Completo - dublado





ATENÇÃO!

A mensagem da Divina Misericórdia nós convida a mergulharmos com todo o nosso ser em defesa da vida: palestras, reportagens, passeatas, filmes, documentário etc. São meios que favorecem a tomada de consciência da barbaridade cometidas por profissionais de saúde, atendendo o desejo de mães perversas. São verdadeiros monstros que tiram a vida de inocentes, desafiando o Criador.

Diante de tanta maldade não podemos calar, nossos corações estão inquietos.

Glorifiquemos a Misericórdia de Deus tão forte em nossos tempos, lutemos pelo o FIM do aborto!

Assista "Aborto: O grito silencioso"


quarta-feira, 30 de janeiro de 2013

Aspectos para o culto à Divina Misericórdia e seus significados


Jesus, eu confio em vós
Imagem de Jesus Misericordioso:

Esta Imagem é para Jesus um instrumento pelo qual Ele quer distribuir as graças. Não é a Imagem, é Jesus através da Imagem.

A Imagem é por expressa vontade de Cristo, o sinal que Ele quer lembrar as exigências de se praticar as obras de Misericórdia.

Os devotos da Divina Misericórdia devem atender as exigências de Jesus de praticar pelo menos uma obra de misericórdia por dia: AÇÃO, PALAVRA ou ORAÇÃO.

Disse Jesus:

... desejo que esta Imagem seja solenemente benzida no primeiro domingo depois da Páscoa e que receba veneração pública (D 391)

Jesus deu tanta importância a esta Imagem que disse:

“Prometo que a alma  que venerar esta Imagem não perecerá.”

“O meu olhar nesta Imagem é o mesmo que Eu tinha na Cruz” (D 47)

Significado:

Nesta imagem Jesus aparece vestido de branco refletindo a Ressurreição. A mão direita abençoando, significa que Ele é o grande Sacerdote.

Apontando para o coração:

Mostrando os raios que saem do seu peito aberto representando o Sangue e a Água  que jorraram quando seu coração foi transpassado pela lança.. Esses raios significam o Sangue que é a vida das almas e a Água que purifica as almas.

Significam também os Dons do Espírito Santo e a prontidão de Jesus de derramar suas bençãos sobre nós.

Foi do Coração de Jesus transpassado pela lança que nasceram os Sacramentos da Igreja Católica.

Uma Igreja que nasceu do Coração de Jesus nunca será vencida, o próprio Jesus nos deu esta garantia.

O Terço da Misericórdia:

Foi ensinado pelo próprio Jesus. É um Terço Eucarístico, é um Terço Sacerdotal ele é continuação da Santa Missa, pois como o Sacerdote oferece na Missa o Corpo e o Sangue de Jesus ao Pai, no Terço também oferecemos o Corpo e o Sangue de Jesus ao Pai, porém, de modo Espiritual.

FESTA DA MISERICÓRDIA:

A Festa da Misericórdia ocupa o 1º lugar no culto à Divina Misericórdia.

Disse Jesus:

“A Festa da Misericórdia saiu das minhas entranhas. Desejo que seja celebrada solenemente no primeiro domingo depois da Páscoa.” (Domingo da Misericórdia).

A Festa da Misericórdia foi oficializada por João Paulo II no dia da canonização de Santa Faustina: 30 de abril de 2000.

Disse Jesus:

“A minha Misericórdia é tão grande que, por toda a eternidade nenhuma mente, nem humana, nem angélica a aprofundará.”

... estou exigindo o culto a minha Misericórdia pela solene Celebração da Festa e pela veneração da Imagem (D 1517)

A Novena da Divina Misericórdia: foi ensinada pelo próprio Jesus

É uma novena que se inspira na maneira de rezar da Igreja.

Esta novena abrange as intenções de todos os grupos de pessoas. É realmente uma novena universal:

1º DIA
Por toda a humanidade e especialmente por todos os pecadores.

2º DIA
Pelos Sacerdotes e religiosos

3º DIA
Pelas almas piedosas e fiéis

4º DIA
Pelos os pagãos e aqueles que ainda não conhecem o Cristo

5º DIA
Pelos cristãos separados da unidade da Igreja

6º DIA
Pelas almas mansas e humildes e pelas almas das criancinhas

7º DIA
Pelos os que veneram e glorificam a Misericórdia Divina de maneira especial

8º DIA
Pelas almas que se encontram na prisão do Purgatório

9ª DIA
Pelas almas tíbias que tanta repugnância causaram a Jesus no Jardim das Oliveiras

HORA DA MISERICÓRDIA
(3horas da tarde)

Hora do último  suspiro de Jesus, hora que seu pensamento se eleva, hora em que se conhece o tormento de uma mãe dolorosíssima.

Hora do golpe  da lança em seu peito fazendo jorrar Sangue e Água como Fonte de Misericórdia para nós.

Hora na qual o Reino de Deus foi aberto para cada homem.

O Sangue e a Água jorraram do Coração de Jesus como Fonte de Misericórdia para nós.

Nessa hora o inferno foi vencido, foi derrotado para sempre.

Jesus pediu que às 3 horas da tarde elevássemos o nosso pensamento até o calvário e meditássemos no que Ele sofreu na Cruz principalmente seu abandono, e nessa hora glorificássemos a sua grande Misericórdia e que implorássemos Misericórdia Dele para o mundo.

Às 3 horas da tarde meditar no que Jesus sofreu por nós. Se possível rezar o Terço da Misericórdia nesta hora e fazer a Via Sacra.

Não sendo possível rezar o Terço da Misericórdia às 3 horas da tarde, podemos rezar a qualquer hora, mas a meditação sobre a Paixão de Jesus tem que ser às 3 horas da tarde.

Exigências para que nossa oração chegue até o Céu:

1º Que seja dirigida somente a Jesus (pois se refere a sua Paixão)

2º Tem que ser às 3 horas da tarde (pois é a hora que Jesus morreu)

3º Nessa hora devemos apelar aos méritos da Paixão de Jesus, que o Seu Sangue precioso se derrame sobre nós

Condições para que nossa oração das 3 horas da tarde chegue ao Céu:

1º Que nossa oração seja compatível com a vontade de Deus e não com a nossa vontade.

2º Que nossa oração das 3 horas seja confiante, perseverante e repetida tantas vezes quanto for necessário para alcançar a graça, pois o tempo de Deus não é o nosso tempo.

3º Que nossa oração seja acompanhada de ação, pois a oração sem obras de Misericórdia não agrada ao Senhor.

Jesus, eu confio em vós. 

sábado, 19 de janeiro de 2013

FESTA DA MISERICÓRDIA: 07 de abril de 2013


Festa da Misericórdia (2012) - Olinda - PE

Jesus deu tão grande importância a esta Festa que disse: “O meu coração se alegra com esta Festa” D 998

“Neste dia estão abertas as entranhas da minha misericórdia. Derramo todo um mar de graças sobre as almas que se aproximam da Fonte da Minha Misericórdia... Neste dia estão abertas todas as comportas divinas, pelas quais fluem as graças.”

“Desejo que esta Festa seja celebrada solenemente no 1º domingo depois da Páscoa.” (D 699)

Preparação interior para a Festa da Misericórdia:

- A novena da Misericórdia começando na sexta-feira Santa para terminar no sábado véspera da Festa da Misericórdia.
- Confissão bem feita próximo do dia da Festa.
- Participação na Santa Missa e Comunhão.

Após a Festa rezar um Pai Nosso, uma Ave Maria, e Glória ao Pai e uma oração a Jesus Misericordioso na intenção do Santo Padre O PAPA.

A oração pode ser:

“Ó Sangue e água que jorraste do Coração de Jesus como Fonte de Misericórdia para nós, eu confio em Vós” ou “Divina Misericórdia Fonte que brota do coração de Jesus, eu confio em Vós” ou ainda “Jesus, eu confio em Vós”.

Festa da Misericórdia (2012) (2) - Olinda - PE
Preparação exterior para o dia da Festa:

- Equipe de Liturgia bem preparada.
- Cantos da Divina Misericórdia.
- Decoração da Igreja em vermelho e branco lembrando as cores dos raios da Imagem de Jesus Misericordioso.
- A Imagem de Jesus Misericordioso em lugar de honra.
- Durante a semana refletir sobre cada tema da Novena, se possível reunir as comunidades e família na Igreja ou nas casas para esta reflexão proposta na Novena de cada dia.
- Um comentário no início da Celebração sobre as origens da Festa da Misericórdia.
- Procissão de entrada solene com o quadro de Jesus Misericordioso, envolvendo pessoas que divulgam a Mensagem da Divina Misericórdia.
- Benção dos quadros de Jesus Misericordioso no dia da Festa.
- Os paramentos Sacerdotais devem trazer as estampas de Jesus Misericordioso e Santa Faustina (se possível).
- Que o presidente da celebração fale da grandeza da Misericórdia Divina e faça algumas referências a Santa Faustina.
- A procissão das ofertas pode vir acompanhadas com os símbolos da Divina Misericórdia:

a) O Diário
b) O Terço
c) A Imagem
d) A Bíblia, etc.

- Neste dia recolher alimentos para pessoas carentes como obra concreta de Misericórdia.
- No dia da Festa abrir espaços para breves testemunhos.
- A Santa Missa pode ser pela manhã, sucedida por uma tarde de pregações e louvores à Divina Misericórdia ou precedida por louvores e pregações à Divina Misericórdia, encerrando com a Santa Missa.

Que o Espírito Santo ilumine a todos que preparam a Festa da Divina Misericórdia.

DECRETO:

“Proclamação do Domingo da Divina Misericórdia: Em virtude de um Decreto publicado a 5 de maio de 2000 pela Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, a Santa Sé proclamou o Segundo Domingo da Páscoa como o Domingo da Divina Misericórdia.”

João Paulo II foi proclamado Apostolo da Divina Misericórdia

”O mistério do amor misericordioso de Deus esteve no centro de seu pontificado deste meu Predecessor" (disse Bento XVI) Recordamos em particular, a Encíclica DIVES IN MISERICÓRDIA de 1980, e a dedicação do Santuário da Divina Misericórdia em Cracóvia, na Polônia.

As palavras que ele pronunciou nesta última ocasião foram como que uma síntese de seu magistério, evidenciando que o culto da Divina Misericórdia não é uma devoção secundária mas dimensão integrante da fé e da oração do cristão.

Jesus, eu confio em Vós

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Divina Misericórdia - Datas importantes


(Reprodução/Internet)

Em 22 de fevereiro de 1931 – Jesus apareceu a Santa Faustina na cidade de Plock (Polônia) e pediu para que fosse pintada uma imagem Dele de acordo com o que ela estava vendo, com a inscrição Jesus, eu confio em vós.

Em 25 de agosto de 1905 – Nasceu Santa Faustina na Polônia.

Em 05 de outubro de 1938 – Morreu Santa Faustina.

Em 18 de abril de 1993 – Santa Faustina foi beatificada em Roma por João Paulo II, o Papa da Misericórdia.

Em 30 de abril de 2000 – Santa Faustina foi canonizada em Roma por João Paulo II e neste dia foi instituída a Festa da Divina Misericórdia tão pedida por Jesus.

Em 1935 a Imagem de Jesus Misericordioso foi exposta publicamente pela primeira vez na Polônia.

Também em 1935 foi celebrada a primeira Festa da Divina Misericórdia na Polônia (Festa privada).

Ainda em 1935, Jesus ensinou o Terço da Misericórdia a Santa Faustina.

Em 1936 Jesus pede para preparar a Festa da Misericórdia através de uma novena que Ele mesmo ensinou a Santa Faustina, e que esta novena deve começar na sexta-feira Santa.

Em 1937 Jesus pede a Hora da Misericórdia (15 horas), hora em que se deu a morte redentora no Calvário.

Em 1980 o Papa João Paulo II lançou a 1ª Encíclica totalmente dedicada a Divina Misericórdia.

Também em 1980 foi celebrada a primeira Festa da Misericórdia no Brasil, em Curitiba (PA) e nesse mesmo ano nasceu o Apostolado da Divina Misericórdia, cujos responsáveis por este apostolado aqui no Brasil, são os Padres Marianos da Imaculada Conceição (MIC).

Em 1993 Santa Faustina foi beatificada em Roma por João Paulo II.

Em 2000 foi oficializada a Festa da Divina Misericórdia por João Paulo II e criado o Domingo da Misericórida, por ocasião da canonização de Santa Faustina: Secretária e Apostola da Divina Misericórdia, escolhida pelo o próprio Jesus.

Em 2002 João Paulo II consagrou o mundo a Divina Misericórdia.

Em 02 de abril de 2005 morreu João Paulo II, Apostolo da Divina Misericórdia. Ele viveu na integra a mensagem de Jesus Misericordioso.

Em 2007 aconteceu o 1º Congresso da Divina Misericórdia no Vaticano.

Em 28 de setembro de 2008 foi beatificado o Padre Miguel Sopocko, o primeiro grande colaborador da obra da Divina Misericórdia e Diretor espiritual de Santa Faustina, escolhido pelo próprio Jesus.

ATENÇÃO:

Como vemos: A mensagem da Divina Misericórdia veio do Céu, não tem fundador na terra e sim colaboradores.

O fundador da Devoção à Divina Misericórdia é o próprio Jesus Cristo, que ensinou passo a passo esta devoção.

Acolham, amem e vivam a mensagem da Divina Misericórdia, antes que seja tarde demais.

Oh! Infelizes que não quereis acolher a mensagem da Divina Misericórdia, vinda do Céu para nós. Clamareis em vão, pois já será tarde demais!

PARA SUA INFORMAÇÃO:

O Apostolado Eucarístico da Divina Misericórdia tem ligação direta com o Santuário Nacional da Divina Misericórdia de Curitiba – PA.

Devemos obediência aos Padres Marianos da Imaculada Conceição, seguindo suas orientações e diretrizes. Nada devemos fazer por conta própria. Pelo oferecimento diário, eles estão em união conosco e nós participamos dos seus bens espirituais.

Todo mês no Santuário da Divina Misericórdia é celebrada uma Santa Missa pelos Apóstolos Eucarísticos da Divina Misericórdia.

Quer saber mais?
m.lurdesmisericordia@ig.com.br

terça-feira, 30 de outubro de 2012

Quem é Santa Faustina Kowalska?


(Reprodução/Wikipedia)
Secretaria da Divina Misericórdia, escolhida por Jesus.

Primeira Apóstola Eucarística da Divina Misericórdia.

Nasceu na aldeia de Glogoviec, na Polônia, em 25/08/1905.

Seu nome de batismo era Helena Kowalska, terceira filha de um casal polonês muito pobre. Trabalhou como empregada doméstica para ajudar a família e adquirir um dote para entrar no convento.

Em 1925 foi aceita na Congregação de Nossa Senhora Mãe da Misericórdia com 20 anos de idade.

Em 22/02/1931, Jesus lhe aparece em Plock (Polônia) e pede que pinte sua imagem como ela estava vendo com a inscrição: Jesus, eu confio em vós.

Morreu em 05 de outubro de 1938, às 22h45, após muitos sofrimentos e vida de grande união com Deus.

Em 18 de abril de 1993 foi beatificada em Roma na Festa da Misericórdia por João Paulo II.

Em 30 de abril de 2000 foi canonizada por João Paulo II em Roma.

sábado, 13 de outubro de 2012

Saiba quais os compromissos dos Apóstolos Eucarísticos da Divina Misericórdia?




Passo a passo com a Misericórdia Divina (AEDM)

Apostolo Eucarístico da Divina Misericórdia (AEDM). É um Ministério de oração, estudo e trabalho.

Nosso lema "Por Cristo e pela Igreja".

Regulamento da vida apostólica: "Fazei tudo o que ele vos disser" (Jo 2,5)

Nosso Carisma: São três

1 - Devoção a Imaculada Conceição
2 - Oração pelos falecidos e agonizantes
3 - Assistência aos sacerdotes (educando os fiéis nas verdades da fé católica).

Foco principal (meta ou objetivo a ser atingido = O DESENVOLVIMENTO ESPIRITUAL.

Nossa Missão:

1 - Professar e proclamar a verdade da presença Real de Jesus na Eucarístia. (precisa dar exemplo de vida eucarística).

2 - Levar ao mundo a mensagem da Divina Misericórdia de acordo com as revelações de Jesus concedidas a Santa Faustina.

3 - Participar dos Cenáculos para estudar a Sagrada Escritura, o Catecismo da Igreja Católica e o Diário de Santa Faustina.

4 - Rezar pelas vocações sacerdotais, e religiosas, pelos sacerdotes, pelos agonizantes, pelos pecadores, pelas almas do purgatório, pelos doentes, pelo fim do aborto, pela Igreja, por todos os que sofrem, etc.

5 - Praticar as obras de misericórdia corporais e espirituais, especialmente dando assistência aos doentes, idosos, rejeitados, deficientes, agonizantes, etc.

A mensagem da Divina Misericórdia é mais que uma devoção: "É uma forma de vida".

Que todos compreendam que esta é uma mensagem para ser "vivida".

Nossa padroeira: A Virgem de Guadalupe

Padroeira da Congregação de Santa Faustina: A Mãe de Misericórdia. 

Padroeira da Congregação dos Padres Marianos (MIC): Imaculada Conceição

Nosso compromisso:

- Trabalhar com nosso Pároco ou guia espiritual vivenciando as obras de misericórdia.
- Realizar a Hora da Misericórdia em honra a Jesus Misericordioso e interceder pelas intenções que já citamos.
- Ser fiel no cumprimento da tarefa que nos foi confiada no cenáculo.
- Participar na Liturgia.
- Vida Sacramental.
- Confissão regular.
- Ser fiel aos Cenáculos.
- Aprofundar a prática das virtudes.
- abraçar o silêncio.
- Desenvolver sua própria espiritualidade.
- Ser obediente ao sacerdote e a Igreja.
- Ter uma vida de oração.
- Viver os Mandamentos da Lei de Deus.
- Cumprir com as orações determinadas para os AEDM (cada dia uma intenção específica).
- Esforçar-se muito para adquirir a virtude da humildade.
- Despertar em todos uma grande confiança na Misericórdia Divina.
- Dar testemunho de vida coerente com o Evangelho.

Disse Jesus: "Vós sois a luz do mundo" Mt 5,1"Vós sois o sol da terra".

Como honramos, louvamos e glorifiquemos a Misericórdia Divina? Através da prática das obras de misericórdia, transformação interior, mudança radical de vida.

Não amemos com palavras nem com a língua, mas com a ação e em verdade. Jo 3, 7-18.

Nosso amor ao Senhor vai manifestar-se por meios das obras de misericórdia.

CONTATO:
GRUPO PROVIDÊNCIA DIVINA
m.lurdesmisericordia@ig.com.br

sexta-feira, 12 de outubro de 2012

Como realizar o Cenáculo do Apostolado Eucarístico da Divina Misericórdia (AEDM)?


  1. Saudação a Santíssima Trindade e invocação ao Espírito Santo
  2. Adoração ao Santíssimo / oração e canto de adoração / agradecimento e louvor
  3. Leitura e partilha do manual dos Apostolado Eucarístico da Divina Misericórdia (AEDM)
  4. Intercessão pelos pedidos de oração, orar pelos Sacerdotes e religiosos, pelo fim do aborto, pelos agonizantes, etc
  5. Terço da Misericórdia
  6. Finalizar com canto e abraço da paz.
CONTATO:
GRUPO PROVIDÊNCIA DIVINA


Hora da Misericórdia, como realizar:



1º Saudação a Santíssima Trindade

2º Invocação ao Espírito Santo (canto ou oração)

3º Entrada da Imagem de Jesus Misericordioso em procissão

4º Exame de consciência - pedir perdão e perdoar as ofensas

5º Pedir a intercessão de Nossa Senhora, Santa Faustina, anjos e Santos

6º Às 15h fazer um breve silêncio para meditar no que Jesus sofreu por nós e nesta hora implorar Sua Misericórdia por nós e pelo mundo inteiro

7º Rezar o Terço da Misericórdia pelos pecadores, agonizantes, almas do Purgatório, pelo Papa; por toda a Igreja e pelas intenções que trouxemos no coração

8º Rezar a Via Sacra nas estações

9º Leitura do Evangelho ou do Diário de Santa Faustina

10º Veneração da Imagem de Jesus Misericordioso: tocá-la, pedir ou agradecer

11º Se alguém quiser falar ou dar um testemunho, deixar que faça, mas que seja breve

12º Encerrar agradecendo a Jesus Misericordioso por este momento de graça

CONTATO:
GRUPO PROVIDÊNCIA DIVINA
m.lurdesmisericordia@ig.com.br

Conheça o histórico do Apostolado da Divina Misericórdia em Olinda (PE)


Apostolado Eucarístico da Divina Misericórdia (AEDM)

Paróquia de São Francisco do Rio Doce
Rua São Francisco de Assis, 04 - II etapa - Rio Doce
Olinda - PE - CEP 53.050-182

Implantado nesta paróquia no dia 30 de janeiro de 2007
Pároco: Padre Manoel Messias Laurindo dos Santos

1ª Festa da Divina Misericórdia: 2006
2ª Festa da Divina Misericórdia: 2007
3ª Festa da Divina Misericórdia: 2008
4ª Festa da Divina Misericórdia: 2009

Início dos Cenáculos: 30 de janeiro de 2007
Membros participantes na época: 09

Atualmente com 15 consagradas, tendo a consagração acontecido no dia 05 de outubro de 2008, na Missa em honra à Santa Faustina.

O Grupo Providência Divina se reúne para a Hora da Misericórdia na paróquia, todas às sextas-feiras. O cenáculo para as AEDM, Paróquia de São Francisco em sextas-feiras alternadas.

Responsáveis pelo grupo: Maria de Lurdes Silva Costa.

Direção Espiritual: Padre Marcos Antonio (Paróquia da Assunção de Maria (do Rio Doce) 

Compromisso do grupo: visita a doentes, famílias; sopão para os irmãos mais carentes da comunidade, Hora da Misericórdia nas famílias, assistência ao Alberque Santo Antonio - Recife e divulgação da mensagem da Divina Misericórdia nesta e em outras dioceses, implantação da Devoção à Divina Misericórdia e preparação para Apóstolos Eucarísticos da Divina Misericórdia (AEDM).

Jesus, eu confio em Vós.
Como aconteceu a implantação do Apostolado da Divina Misericórdia na paróquia de São Francisco do Rio Doce (Olinda-PE)

"Eu, Maria de Lurdes, responsável pelo apostolado, senti um chamado muito claro de Jesus Misericordioso para esta missão, através de um sonho.

Eu nada sabia e/ou conhecia sobre o Apostolado da Divina Misericórdia.

Em uma noite, sonhei andando por um caminho estreito e deserto, eu estava muito triste e carregada de pecados. Enquanto caminhava olhei para a margem do caminho e ali estava Jesus como aparece na imagem, olhando para mim com olhar severo  e penetrante. Olhando-o, perguntei em pensamento se Ele perdoaria os meus pecados e Ele  respondeu que sim, mas, que eu seguisse o meu caminho. No momento nada compreendi. Passado algum tempo sonhei indo a Igreja para a adoração; chegando à Sacristia encontrei umas senhoras preparando a leitura da Adoração e uma delas se dirigiu a mim com a Bíblia aberta mostrando-me a leitura a ser feita na adoração. Naquele mesmo instante, olhei para o lado do altar e vi a Hóstia suspensa no ar, acima do altar, de onde saiam raios para todos os lados e as palavras: PROCURO-VOS... mais uma vez, nada compreendi no momento.

Passado algum tempo, me vi num lugar deserto, alto e seco; olhei para o nascente e vi uma linda fonte e Nossa Senhora no meio da fonte com o Menino Jesus nos braços (era uma estátua, mas tornou-se viva) estendeu os braços para o mundo e entregou o Menino. Após estes sonhos, senti desejo de divulgar a Divina Misericórdia. Certo dia, após a Missa Dominical, vi na entrada da igreja um convite anunciando o primeiro congresso da Divina Misericórdia que iria realizar-se em Recife. Participei do mesmo e a partir deste congresso as portas se abriram para mim. Liguei para o Santuário de Curitiba e pedi ao padre do Santuário que me me enviasse todo o material de formação. Quando recebi o material comecei a estudar e me encantei com a mensagem. Levei ao conhecimento do meu sacerdote e ele me autorizou implantar o Apostolado da Divina Misericórdia na nossa Paróquia do São Francisco do Rio Doce (Olinda-PE). 

A partir desse momento Jesus Misericordioso é tudo em minha vida. Estou muito feliz com essa missão confiada por Ele.

Agradeço a Deus por esta grande graça. A Divina Misericórdia é a razão da minha vida!!!"


CONTATO:
GRUPO PROVIDÊNCIA DIVINA
m.lurdesmisericordia@ig.com.br
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...